Entrada > Destaques > Notícias > Nova Rota de Vila Nova de Gaia no projeto StreetArtCEI e reforçada estratégia digital

Nova Rota de Vila Nova de Gaia no projeto StreetArtCEI e reforçada estratégia digital

ISCAP

CEI | Centro de Estudos Interculturais


Para fazer face ao atual contexto pandémico, o Centro de Estudos Interculturais (CEI) do ISCAP-P.PORTO tem investido na expansão do projeto StreetArtCEI e do seu spin-off Street Art Against Covid (Prémio Santander UNI-COVID19), bem como na divulgação internacional das atividades do Centro.

Como resultado, o projeto StreetArtCEI acaba de lançar a Rota de Vila Nova de Gaia, constituída por 3 mapas (Centro, Beira-Rio e Beira-Mar), 23 Pontos de Interesse e 234 novas imagens, acessíveis em www.streetartcei.com

Também nas rotas já existentes em StreetArtCEI foram adicionadas 223 novas imagens, com especial incidência nas rotas do Porto e da Senhora da Hora. O projeto spin-off Street Art Against Covid recebeu 53 novas imagens e 15 Pontos de Interesse.

Todas estas novidades resultaram do trabalho de sistematização levado a cabo durante o atual confinamento. Assim que as restrições forem levantadas, o trabalho de campo será amplamente retomado.

Recorde-se que o projeto StreetArtCEI faz o levantamento fotográfico, categorização e extração de padrões de recorrência de obras de graffiti e street art no Porto e Norte de Portugal, com criação de rotas não só turísticas, mas também para usufruto e formação do público interessado. O website do projeto disponibiliza todas as imagens, rotas, arquivos e textos de reflexão em acesso aberto. Do Marquês à Baixa, da Ribeira a Matosinhos, de Gaia a Vila do Conde, os percursos de StreetArtCEI propõem uma busca pela arte oculta nos recantos da cidade.

Já o spin-off Street Art Against Covid nasceu em abril de 2020 e continuará ativo até ser declarado o final da pandemia. Este projeto é acessível no website do StreetArtCEI e constitui-se como testemunho das obras de graffiti e street art surgidas durante os meses de confinamento nas ruas do Porto, comprovando que o potencial artístico e turístico da cidade não esmoreceu perante as adversidades. Street Art Against Covid venceu a 3ª fase do Prémio Santander Universitário UNI-COVID19, promovido em resposta à emergência provocada pela atual crise, de modo a apoiar as iniciativas com impacto social que a comunidade académica desenvolve neste contexto adverso.

Para levar ainda mais longe o seu espólio, o CEI inaugurou também os perfis do projeto StreetArtCEI nas redes sociais LinkedIn, Instagram, Facebook e Twitter.

Em apenas uma semana, as redes sociais do StreetArtCEI alcançaram milhares de utilizadores em todo o mundo e contaram com a partilha de conteúdos por parte de artistas como Francisco Fonseca, Third, Someart, KATRE, Costah e Desapareceram, bem como com a interação de nomes como Pedro Podre, Helena Rocio Janeiro, Youthone, MRKAS, Mesk, Fedor, Oker, PANT e Guel Do It. Destaca-se o Instagram, com um crescimento de 83.8% em visualizações gerais.

A presença nas redes sociais tem ainda impulsionado as visitas aos websites do CEI e seus projetos. As métricas demonstram que o website do CEI obteve, ao longo de 2020, 2890 visitas, sendo que só no mês de março de 2021 atraiu 260 novos visitantes. Para além de Portugal, o maior número de acessos regulares provém dos EUA, Brasil, Espanha, França, China, Reino Unido, Canadá, Austrália, Países Baixos e Finlândia.

A E-REI, E-Revista de Estudos Interculturais do CEI, destacou-se em 2020 com 537 visualizadores. Portugal, Brasil, EUA, Espanha, Macau, Canadá, Austrália, Reino Unido, Rússia e Argélia foram os países com o maior número de acessos.

No projeto StreetArtCEI a interação é mais globalizada, com visitas regulares de Portugal, EUA, Índia, Filipinas, China, Reino Unido, Argélia, Bangladesh, Brasil, Tailândia, Indonésia, Alemanha e França, ao longo de todo o ano de 2020. Março de 2021 registou 116 novos visitantes, um crescimento de 17,3%.

Autor

gcrp

Partilhar