Entrada > Plano de Contingência

COVID-19

Informa-se a Comunidade Académica que a Presidência do ISCAP tem estado a trabalhar com as diversas entidades, designadamente, o Instituto Politécnico do Porto e as Autoridades de Saúde competentes, no sentido da adoção de todas as medidas de prevenção recomendadas no âmbito da infeção pelo novo Coronavírus SARS-CoV-2 (COVID-19), apelando-se à serenidade e sentido de responsabilidade de toda a Comunidade Académica.


Assim, em cumprimento das orientações emanadas da Direção Geral de Saúde (DGS), a Presidência do ISCAP, desde o passado dia 2 de março, implementou os procedimentos internos necessários, designadamente a disponibilização da Sala de Isolamento.
Para além dos diversos emails que a Presidência do Politécnico do Porto tem vindo a remeter à Comunidade Académica, em cumprimento das orientações já referidas, a Presidência do ISCAP reforça a informação sobre os procedimentos a adotar perante um trabalhador, estudante ou outros utilizadores das suas instalações, com sintomas desta infeção:

1. Os trabalhadores e estudantes com ligação epidemiológica e sintomas compatíveis com a definição de caso possível de COVID-19, que detetem esses sintomas quando se encontrem fora das instalações do ISCAP, deverão seguir as recomendações da DGS para essas situações, designadamente, contactar o SNS 24 (808 24 24 24), acatar as instruções que lhe forem transmitidas e informar o ISCAP: gcrp@iscap.ipp.pt ou 229050019;

2. Quando um trabalhador, estudante ou outro utilizador do ISCAP detete aqueles sintomas e se encontre no ISCAP, deverá proceder do seguinte modo:

a) informar, de imediato, conforme os casos, o docente, o responsável pelo serviço ou os restantes utilizadores do gabinete em que se encontre e abandonar esse espaço, dirigindo-se à Sala de Isolamento (sita no piso 0 junto à entrada para o Grande Auditório / Cantina), pelo caminho mais curto, evitando contactos com terceiros e observando a etiqueta de higiene;

b) antes de entrar na Sala de Isolamento, deverá colocar a máscara e as luvas descartáveis, que se encontram junto da porta de entrada;

c) contactar o SNS 24, através do número 808 24 24 24, e seguir as instruções que lhe forem transmitidas;

d) de seguida, deverá dar conhecimento, através do telefone instalado naquela sala, ao Serviço de Vigilante das instruções que tiver recebido;

e) sempre que o alerta tenha origem numa sala, gabinete ou serviço ou outros espaços delimitados, o Serviço de Vigilância informará a Presidência do ISCAP;

f) os trabalhadores do Serviço de Vigilância que prestem auxílio a pessoas nas situações previstas devem, antes de se dirigirem ao local onde a sua intervenção é requerida, colocar a máscara e as luvas descartáveis. Após a prestação do apoio os referidos funcionários devem observar as indicações básicas de higiene das mãos;

g) após utilização, as máscaras e luvas devem ser depositadas pelo seu utilizador exclusivamente nos recipientes disponibilizados para o efeito.

Contamos, naturalmente, com a colaboração de todos, na certeza de que tudo faremos para minorar e prevenir os efeitos negativos decorrentes desta situação.

Autor
Presidência do ISCAP