Entrada > Destaques > Notícias > Testemunho | Matilde Pinto

Testemunho | Matilde Pinto

Comunicação Empresarial

A Matilde Pinto tem 21 anos, é de Amarante e está atualmente no último ano da licenciatura de Comunicação Empresarial no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto. Entusiasta de moda e apreciadora de uma boa conversa com amigos, foi na organização de alguns eventos que se desafiou a conhecer novas pessoas e a viver novas experiências, por isso participou no XIX ISCULTURAP e na Odisseia da Comunicação’20. O voluntariado também fez parte do seu percurso académico através da participação no projeto 100 Ideias Amarantinas, em várias atividades da Câmara Municipal de Amarante e em alguns eventos no Porto como a Conferência VERTEX da Porto Business School. O seu gosto pela leitura e pela escrita levou-a a tornar-se redatora no jornal do ISCAP “A Coluna” de 2018 a 2020.

Conhece melhor a Matilde e o seu percurso no ISCAP e descobre mais acerca da licenciatura em Comunicação Empresarial:

1.     Atualmente, estás prestes a terminar a licenciatura. Quais foram os motivos para ingressares em Comunicação Empresarial?
Decidir vir para Comunicação Empresarial não foi uma decisão fácil, sou uma pessoa ponderada e decidir o futuro não é algo que deve ser feito de ânimo leve, o que me levou a que a minha primeira opção de candidatura no ensino superior fosse Ciências da Comunicação, acabando por entrar na segunda, Comunicação Empresarial. Esta acabou por ser a melhor opção para mim, depois de entrar no curso percebi que estava onde devia estar. Saber como comunicar dentro e para fora de uma empresa, ter um pensamento estratégico e fora da caixa, despertou-me muito interesse. Por vezes temos de ter uma mente aberta e estar recetivos ao que não é 100% certo. Comunicação Empresarial não estava no meu plano de vida inicial mas tornou-se no que quero fazer, em grande parte, para o resto dela.

2.     Durante a licenciatura abordaste várias áreas desde Gestão, Direito, Marketing ou Relações Públicas. Qual despertou mais o teu interesse? Porquê
Sem dúvida que sou uma pessoa que gosta de pensar e idealizar planos e projetos e por isso, o marketing, relações públicas e mesmo a comunicação social foram as áreas que me despertaram mais interesse ao longo destes 3 anos. Porém é inegável que todas as áreas abrangidas no curso foram enriquecedoras e deram-me conhecimentos que complementam as áreas de que eu mais gosto.

3.     O que é que te surpreendeu mais no ensino do ISCAP?
Tenho de confessar que não estava à espera de um ensino tão próximo e disponível. Desde que entrei no ISCAP que senti tinha todo o acompanhamento necessário para que tudo corresse bem. A relação professor-aluno foi uma surpresa muito positiva porque sempre se mostraram disponíveis e atentos a qualquer dificuldade que pudesse surgir.

4.     Que conselho darias ao teu eu no primeiro dia do primeiro ano?
Diria para ser eu mesma e para não ter medo de arriscar, fui aprendendo isso ao longo do meu percurso iscapiano mas faltou um pouco de garra no início. Se estiveres predisposto a aprender e pronto a enfrentar novos desafios o que virá a seguir serão só boas oportunidades para crescer enquanto aluno e pessoa. O ISCAP tem muito para oferecer e é importante que não nos limitemos apenas às aulas porque andar na faculdade e tirar um curso é muito mais do que isso. Diria para nunca deixar nada por fazer, para me permitir ser eu, sem medos nem receios do que possa vir posteriormente. 

5.     O que é que te faz feliz no ISCAP?
Sempre que entro no ISCAP tenho a certeza de que fiz a escolha certa, foram os três anos mais bonitos e felizes da minha vida. Desde o meu café matinal no bar do Tio, as pausas na esplanada, o almoço com boa companhia e as tardes imprevisíveis onde surgiam sempre novos desafios. Faz-me feliz toda a correria que lá se vive e o espírito de comunidade que se sente, assim que se entra no ISCAP.