Entrada > Destaques > Notícias > Testemunho | Cristiano Coelho Silva

Testemunho | Cristiano Coelho Silva

Licenciatura em Comércio Internacional

Qual o motivo que te levou a escolher esta a Licenciatura em Comércio Internacional?

Acima de tudo, a diversidade de áreas de estudo incluídas num só plano de estudos, tornando sem dúvida esta licenciatura numa licenciatura muito completa. Acredito que é este o caminho que devemos seguir e melhorar, o caminho de formar profissionais mais capazes e dotados de diferentes valências.

 

Ao longo destes três anos quais as principais competências adquiridas ou as maiores características desenvolvidas?

No ISCAP aquilo que mais me fascinou foram as oportunidades dadas aos estudantes. Para além da importante aprendizagem em sala de aula, acredito que só poderemos ser melhores profissionais se quisermos adquirir competências fora dela. Nestes 3 anos, posso dizer que adquiri, acima de tudo, soft-skills como a criatividade, a capacidade de liderança, a comunicação interpessoal e uma visão mais consciente de futuro.

 

Como descreves o ambiente académico do ISCAP?

O ISCAP é sem dúvida um espaço de fácil integração, onde todos trabalham em conjunto para criar o melhor ambiente académico possível. Para isto, a Associação de Estudantes do ISCAP é uma organização essencial dentro deste Instituto, seja pela representação que faz dos seus estudantes, seja pela promoção de práticas desportivas para todos, de eventos recreativos e culturais, de apoio direto e constante a todos os estudantes e de ferramentas que conectem a comunidade estudantil ao mercado de trabalho.

 

Consideras-te preparado para ingressar no mercado de trabalho? Quais consideras que irão ser os maiores desafios que irás enfrentar?

O ensino superior é muito mais do que a aprendizagem em sala de aula e a aquisição de um diploma. Como jovens promotores de mudança, o ensino superior é uma das fases mais importantes da nossa vida, em que aprendemos muitas vezes a viver sozinhos pela primeira vez, a estar longe da família e dos amigos e a conhecer um ambiente totalmente novo e estimulante, e foi exatamente esse o meu caso.

Sinto-me preparado para ingressar no mercado de trabalho muito devido a tudo o que aprendi no ensino superior, mas que não está diretamente relacionado com a sala de aula. Isto não significa que não existam desafios como a saturação do mercado ou a perda de capacidade de contratação das empresas no contexto pandémico, mas se formos diferentes e dermos o máximo de nós durante a nossa licenciatura, acredito que todos os desafios serão facilmente superados.