Entrada > Destaques > Notícias > Masterclasses Mestrado em Intercultural Studies for Business

Masterclasses Mestrado em Intercultural Studies for Business

ISCAP

Quando

21 > 21.03.2019 · 18:30 > 20:00

Onde

Sala 216

Adicionar evento ao calendário

21 de Março de 2019, 18.30, Aula de “Empreendedorismo em Cultura”, sala 216, ISCAP


GraffitiAroundPorto to filling the gap
Luísa Fonseca Sílva (Mestre em Intercultural Studies for Business)

Resumo:
A dinamização e promoção cultural das localidades é um fator primordial na criação de riqueza e de desenvolvimento socioeconómico das comunidades. As intervenções emergentes de graffiti e de street art, quer sejam reivindicadas ou comissionadas, estão sempre ligadas de alguma forma às comunidades. São acessíveis e gratuitas, fazem parte do nosso dia-a-dia, mas são ainda incompreendidas. Baseada na dupla abordagem, de dinamização e promoção cultural, procedeu-se à criação de um projeto de empreendedorismo social, utilizando a cultura do graffiti e da street art como recurso agregador para a inclusão social, identidade local e empoderamento das comunidades. Foram estabelecidos igualmente dois objetivos principais no projeto. Por um lado, a ação pedagógica e simultaneamente lúdica para a familiarização do graffiti e da street art junto da população. Por outro lado, a elaboração de rotas descentralizadas dos centros turistificados, como recurso para o incremento do turismo cultural e desenvolvimento económico local. A delimitação territorial da Área Metropolitana do Porto, e correspondentes análises macro e micro ambientais, estabelecem as orientações para a implementação de um projeto empreendedor nas atividades culturais e criativas a que foi dado o nome de GraffitiAroundPorto – GAP.

Bionote:
Luísa Fonseca Silva é Mestre em Intercultural Studies for Business e Licenciatura em Comunicação Empresarial do Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto. Como bolseira de Investigação no Centro de Estudos Interculturais, e colaboradora nos projetos TheRoute - Tourism and Heritage Routes including Ambient Intelligence with Visitants’ Profile Adaptation and Context Awareness”, do Politécnico do Porto, e no projeto “StreetArtCEI”, do Centro de Estudos Interculturais do Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto, tem participado em diversas comunicações e congressos nacionais, nomeadamente: “O Projecto StreetArtCEI: A (Inter)Cultura como Inovação Turística e Social", Congresso Arte Pública Leiria - DO SUJEITO AO PREDICADO “Arte Urbana no plural”, Instituto Politécnico de Leiria, 2 a 4 de outubro de 2018; “Smart Tech para o Desenvolvimento do Turismo Literário: O projeto THEROUTE”, II International Forum on Global Management: From Theory to Practice, Universidade do Algarve, Faro, 16 e 17 de Fevereiro de 2018; Comunicação “Rotas Literárias e Inovação Turística: Um modelo conceptual de comunicação multimodal”, 10º Congresso da SOPCOM – Ciências da Comunicação, Escola Superior de Educação do Politécnico de Viseu, 27 a 29 de Novembro de 2017. Tem interesse em temas que abordam a diversidade cultural, as atividades culturais e as suas interações socioeconómicas, em especial as estratégias participativas e de consciencialização da cultura urbana.

Start Trek Voyager: a case for agility in work environments driven by interculturally effective people
Goreti Araújo (Mestre em Intercultural Studies for Business)

Resumo:
The class aims at giving a look into what constitutes an Interculturally Effective Person and why there is a growing need for people to be aware of intercultural effectiveness, a few ideas about some agility related frameworks and values (Agile, Sociocracy, Beyond Budgeting and Open Space, as well as a syncretic theory – BOSSA) and Science Fiction as possible testing ground for the effectiveness of agility in potentiating interculturality in business. Star Trek Voyager will be presented as a possible agility driven environment.

Bionote:
Goreti Araújo was born and raised in Portugal, but sees no real point to frontiers, except as something to be crossed. She was co-author of the Matilde Rosa Araújo National Prize in 2008 for one of her two published books, A Ilha dos Guardadores de Aranhas, so she believes in group efforts and knows recognition for your work is a prize in itself. She studied languages, literature and culture, so evidently she works in neither of these areas, but in fact works with them all, as they are a part of her. With over ten years of training and work in international relations connected with higher education and mobility, she decided to write a thesis related to Star Trek Voyager. Just because she could.

+ Informações

Autor

gcrp

Partilhar