Entrada > Cursos > Pós-Graduações > Pós-graduação em Comunicação Técnica (Nocturno)

Pós-graduação em Comunicação Técnica (Nocturno)

A imagem, a qualidade e, acima de tudo, a boa utilização de produtos e/ou serviços estão intimamente relacionadas com a documentação técnica de que estes dispõem. Serão poucos – ou mesmo inexistentes – os produtos e/ou serviços que não necessitem de manuais de utilização, onde incluímos, naturalmente, a resolução de problemas e a ajuda online.

Por outro lado, a eficiente exploração das funcionalidades do produto ou rápida resolução de problemas, com base na documentação de suporte, tem como consequência uma redução do tempo normalmente utilizado na comunicação empresa/cliente, reduzindo custos e contribuindo para a satisfação do cliente, e, em muitos casos, para a sua segurança.

Consequentemente, é atualmente visível uma procura de comunicadores capazes de estruturar ou classificar informação proveniente de especialistas, no âmbito do desenvolvimento de novos produtos; desenhar informação; comunicar eficazmente com clientes, utilizadores finais e outras audiências.

A formação desenvolve-se em 2 semestres (7/8 meses), em ambiente laboratorial, regime pós-laboral, 2 vezes por semana. O corpo docente é constituído por docentes do ISCAP e comunicadores técnicos convidados.

 

Nocturno
1º Ano
Unidade curricular Período ECTS
Redação Técnica I 1º Semestre 6.0
Terminologia e Bases de Dados 1º Semestre 6.0
Comunicação Interpessoal e Intercultural 1º Semestre 2.0
Fundamentos Teóricos de Comunicação 1º Semestre 2.0
Introdução a Ferramentas de Comunicação Técnica 1º Semestre 3.0
Redação Técnica em Inglês 1º Semestre 6.0
Técnicas de Recolha de Informação 1º Semestre 3.0
Redação Técnica II 1º Semestre 6.0
Estágio/projeto 2º Semestre 12.0
Tradução Automática e Pós-edição 2º Semestre 5.0
Revisão e Edição de Texto 2º Semestre 5.0
Introdução à Gestão de Projetos de Comunicação Técnica 2º Semestre 4.0
  • Os formandos poderão desempenhar actividades profissionais nos seguintes domínios:
  • - Redação e Edição Técnica;
  • - Localização;
  • - Gestão de Projetos;
  • - Design de informação e de documentos;
  • - Design de websites.

Requisitos: Conhecimentos de ferramentas informáticas comuns, como as aplicações do Microsoft Office, na ótica do utilizador, são requisito de acesso, tal como proficiência em inglês de nível mínimo B2.

Candidaturas:

A candidatura deverá ser realizada através do preenchimento do formulário disponibilizado. Por favor, clique no botão "Efetuar Candidatura" que se encontra abaixo.

Para concretizar a candidatura deverá enviar os seguintes documentos, para o e-mail:gpgrad@iscap.ipp.pt

Curriculum profissional e académico do candidato (sugere-se o modelo europeu, disponível AQUI), o qual deverá discriminar separadamente, pela ordem apresentada: Habilitações académicas - graus académicos, classificações, data e instituição em que foram emitidos; Experiência profissional - descrição das atividades relevantes assim como outras que o candidato considere importante avaliar no contexto da admissão à Especialização com indicação das instituições onde foram exercidas;

O Curriculum deve ser acompanhado de documentos comprovativos das referências curriculares relativas às componentes académica, profissional, científica e de formação contínua;

Outros documentos que o candidato entenda relevantes para apreciação da sua candidatura (ex: carta de recomendação);

Cartão de Cidadão digitalizado. No caso de não possuir Cartão de Cidadão, este deverá ser substituído por outro documento de identificação/equivalente legal; deve igualmente ser remetido o Cartão de Contribuinte (ou equivalente legal);

Comprovativo de pagamento da taxa de candidatura no valor de 60 € (sessenta euros).* O pagamento desta taxa deverá ser efetuado por transferência bancária para o IBAN: PT50078101120000000101630; BIC: IGCPPTPL. Ao efetuar a transferência bancária, deverá identificar o nome do candidato e o curso a que se está a candidatar.

* A taxa de candidatura é não reembolsável. Apenas será devolvida no caso de o curso não avançar, por não ter sido atingido o número mínimo de candidatos.

Estas informações não dispensam a consulta do Edital relativo ao concurso de acesso aos cursos de Pós-graduação.